Segunda-feira, 25 de abril de 2016.



Olá pessoal!!!

Hoje a resenha é de mais um livro nacional e também li em e-book no Kindle Unlimited: Casei e agora? As aventuras do meu descasamento de Tatiana Amaral. Neste livro vamos conhecer a história de Cléo, ela é brasileira mas mora com o noivo John, que também é brasileiro, há 10 anos em São Francisco nos Estados Unidos. 

Ele que é economista e ela se formou em jornalismo e escreve uma coluna sobre relacionamentos para um jornal, na verdade eles se mudaram para os Estados Unidos por ideia dele e pensando na carreira. Eles são namorados desde de os quinze anos de Cléo e nunca namoraram outras pessoas. Cléo quer muito oficializar a relação e se casar com John, já que nos Estados Unidos só morar juntos não é reconhecido como casamento, eles são apenas noivos que moram juntos.
John aceitou se casar mas ele tem uma condição um tanto quanto inusitada. Ele quer que eles passem um mês separados, solteiros e sem nenhum contato entre eles. Sua justificativa é que eles precisam viver outras experiências antes do casamento já que nunca namoraram outras pessoas. Cléo fica muito chateada, ela não entende porque John tem necessidade de viver "outras experiências", mas acaba aceitando pensando que o fim justifica os meios.
Depois de muita insistência de suas amigas Sandy, Jessye e Hillary, Cléo aceita viajar para uma despedida de solteira estendida! Mas tudo que ela queria na realidade era ficar quietinha em casa esperando passar os vintes dias que faltavam para o fim do período de separação. 
Suas amigas achavam um absurdo Cléo ter aceitado esse acordo, ficaram ainda mais desconfiadas quando chegou a notícia que John foi visto com uma mulher em um bar! Elas queriam que Cléo aproveitasse a viagem e que era justo que ela também vivesse novas experiências durante este período. 
Estavam todas cantando em uma karaokê quando um grupo com quatro lindos homens se aproximou querendo cantar com elas! Cléo aproveita a aproximação do grupo pra sair do palco e volta a se sentar, Sandy que é a mais tímida do grupo a acompanha. Cléo observa com mais atenção um dos integrantes daquele grupo, seu nome é Douglas, ele parece triste e ela sente alguma ligação entre eles. 
Os dois grupos acabam saindo juntos e pra beber e Cléo e Douglas acabam sentando lado a lado. Ele então acaba contando que descobriu que sua namorada o havia traído e conforme conversavam ela se solidariza com o sofrimento dele. Por mais que não queria assumir ela sabe que na verdade a única diferença entre as dois casos é que Douglas não sabia da traição e ela está consentindo a traição de seu noivo.
Eles acabam se encontrando no outro dia e Cléo já estava um pouco alta de tanto beber e Douglas se junta a ela, o clima entre os dois esquenta e eles acabam não resistido. Antes de encerrar a farra da noite eles acabam se casando em uma das capelas de Las Vegas, ele vestido de Elvis e ela Fiona. 
No outro dia Cléo não está lembrando de nada da noite anterior, acorda em um quarto que não é o dela, está sem roupa e não está sozinha!!! Ela fica muito envergonhada ao ver Douglas deitado a seu lado. Aos poucos ela se lembra de alguns fragmentos da noite anterior.
Quando ela se lembra do casamento fica desesperada, como ela vai se casar com John se ela já está casada!!! Agora ela vai precisar da ajuda de Douglas para resolver tudo antes do final do prazo! Mas a convivência com seu "marido" vai mexer com os seus sentimentos e fazer com que repense sua vida, será que vale a pena voltar pra sua vida de antes!!!

Amei este livro, a leitura é bem fluida e as risadas são garantidas!!! Ainda não tinha lido nada da Tatiana Amaral e gostei bastante!!! Vamos descobrindo maiores detalhes no decorrer da história assim como a própria Cléo vai se conhecendo melhor. Na verdade ela começa a pensar nela ao tomar suas decisões ao invés de sempre priorizar os outros! A dinâmica entre os personagens é muito boa!!!! Um dos pontos marcantes é a amizade e lealdade entre os grupos de amigos. Também gostei do modo como a relação de dependência que Cléo tinha com o noivo é retratada, muitas vezes nos deparamos com situações assim em nosso cotidiano, até mesmo entre amigos, e não percebemos. E já posso adiantar que o final é surpreendente. Recomendo está leitura pra quem busca algo leve e descompromissado.

Fico por aqui e em breve volto com a resenha de Nunca Jamais da Colleen Hoover e Tarryn Fisher que foi minha primeira leitura da Maratona Literária Vedatona.

Beijos,


Deixe um comentário